Inteligência Emocional na Liderança

Posted by on December 2, 2014

Este post é extremamente importante para você! Por quê? Porque mesmo que você não atue numa posição de liderança no seu trabalho mas exerce algum tipo influência sobre alguém, as dicas contidas neste post irão te ajudar a controlar suas emoções de forma inteligente.

Na apresentação Emoções de um Líder, afirmei que um time é diretamente contagiado pelo seu líder. Isto significa, que como líder, você deve ter atenção dobrada com suas emoções para influenciar positivamente as pessoas que estão ao seu redor.

O que é Inteligência Emocional?

Pense em alguém que nunca perde o controle independente dos problemas que enfrenta, alguém que confia totalmente na sua equipe, que fala sempre gentilmente, que ouve as pessoas, alguém com quem é fácil falar e que toma decisões cuidadosamente calculadas. Estas caraterísticas são de alguém com elevados níveis de inteligência emocional.

Pode se dizer então, que Inteligência Emocional é a capacidade para entender e gerir suas emoções e as dos que o rodeiam. Parece difícil, mas a boa notícia é ela pode ser aprendida ou aperfeiçoada.

Em seu artigo “Porque é que a inteligência emocional é tão importante para os líderes? 5 Passos para a poder potenciar” publicado no Portal da Liderança, Bruna Martinuzzi, fundadora da Clarion Enterprise, nos dá algumas dicas para melhorar nossa Inteligência Emocional.

1º Autoconhecimento

“Quem conhece a si próprio, sabe sempre como se sente e como é que as suas emoções e ações podem afetar os que o rodeiam.”

Tenha um diário

Isto mesmo! Os diários ajudam a melhorar o autoconhecimento. Reserve alguns minutos do seu dia para refletir nas suas ações. Principalmente nas ações reativas, ou seja, aquelas que você simplesmente reagiu resposta a determinada situação.

Mantenha a calma

Manter a calma em momentos de frustações ou fortes emoções não é nada fácil. No entanto, pense que você não é uma vítima e pode escolher como quer reagir em cada tipo de situação.

2º Autocontrole

“Os líderes que conseguem se controlar eficazmente, raramente atacam os outros verbalmente, tomam decisões apressadas ou emocionais, estereotipam as pessoas ou comprometem os seus valores. O autocontrole tem tudo a ver com estar sempre no controle”

Conheça seus valores

Já parou para pensar quais os valores mais importantes para você? Tem ideia de onde não estaria disposto a comprometer-se? Possui um “código de ética”? Se as respostas forem NÃO, então você precisar refletir sobre isto. Gaste um tempo escrevendo seus valores. Procure coisas que façam sentido para você e não apenas para os outros.

Responsabilize-se

Não culpe os outros quando algo der errado. Assuma os erros e enfrente as consequências. Isto irá te ajudar a conquistar o respeito das pessoas que o rodeiam.

Pratique se acalmar

Quando você estiver nervoso, desejando dizer algumas “verdades” à alguém, escreva tudo numa folha de papel, procure um lugar reservado e leia em voz alta como se estivesse falando com a pessoa. Em seguida, rasgue o papel. Pronto, você liberou seu stress emocional e não agrediu verbalmente ninguém. Mas procure terminar seu “monológo” com palavras que expirem reconciliação, como: “eu te desculpo, vamos esquecer o passado e seguir em frente”. Este final é importante porque a mente tem o poder fazer com que situações que nunca existiram pareçam reais e nunca é bom terminar uma conversa com o ânimo exaltado.

3º Motivação

Segundo Martinuzzi, líderes automotivados trabalham constantemente em direção às metas e têm elevados níveis de qualidade para o seu trabalho.

Procure sentido

Reveja porque você está fazendo isto. Tente lembrar porque você está trabalhando neste emprego, o que o motivou?

Em que posição você está?

Determine o quão motivado está para liderar. “Os líderes motivados são, por norma, otimistas, independentemente da situação que enfrentam. Haverá quase sempre algo positivo, basta procurá-lo.”

4º Empatia

“Para os líderes, ter empatia é crucial para gerir qualquer equipe ou organização com sucesso. Os líderes empáticos têm a capacidade de se colocarem no lugar do outro, ajudam a desenvolver as pessoas na sua equipe, desafiam os outros quando estes não agem de uma forma justa, dão feedback construtivo e ouvem aqueles que necessitam de ser ouvidos.”

Coloque-se no lugar do outro

“É fácil defender o seu ponto de vista. Afinal de contas, é o seu ponto de vista! No entanto, você deve olhar para as situações nas perspetivas dos outros.”

Cuidado com a linguagem corporal

Cruzar os braços, andar para trás e para a frente ou morder os lábios, indicam como você está se sentindo em determinada situação. Isto pode ser ruim. Aprenda linguagem corporal e você terá a oportunidade de responder de forma apropriada.

Reaja aos sentimentos

Quando alguém vier conversar com você sobre algum problema pessoal. Escute-o, mostre que você se importa. Se pedir para alguém ficar até mais tarde, por exemplo, e notar um descontentamento na pessoa, reaja! Agradeça e diga a ela o quanto você se senta mal por estar fazendo isto.

5º Competências sociais

“Líderes estão abertos tanto para as boas como para as más notícias e são especialistas em conseguir que a sua equipe o defenda ou que fiquem contentes com uma nova missão ou projeto.”

Aprenda a resolver conflitos

“Os líderes devem saber como resolver conflitos entre membros da sua equipe, clientes ou vendedores. Aprender diferentes competências para a resolução do conflito é extremamente importante se quer ser bem-sucedido.”

Aprenda a elogiar os outros

Inspire a lealdade da sua equipe ao dar elogios quando estes são merecidos. Aprender a dar elogios eficazmente é uma arte que vale bem a pena dominar.

Teste sua inteligência emocional

Você pode testar como está em cada uma das competências citadas acima clicando aqui.

Assista apresentação que fiz à equipe da Bluesoft:



comments powered by Disqus